Ganhe dinheiro a promover os produtos Oriflame

Começar agora

Registo Grátis

Comece a usufruir dos benefícios

Como Vender Roupa Usada em Portugal: Lucre com peças que já não usa

Transforme roupa usada em lucro! Descubra como vender roupa usada de forma eficaz e rentável com este guia completo.
Partilhe este artigo

Se tem roupa que já não usa a ocupar espaço no seu armário, considere vender essas peças usadas. Além de libertar espaço, podes ganhar dinheiro extra e contribuir para a sustentabilidade ambiental ao prolongar a vida útil das suas roupas. Veja como vender roupa usada, desde a preparação das peças até à promoção das vendas.

Porquê vender roupa usada

Vender roupa usada é uma forma inteligente de dar uma nova vida às tuas peças antigas, contribuindo para o ambiente enquanto ganhas algum dinheiro extra no processo.

Ganhe dinheiro extra

Aumente os seus rendimentos a promover os produtos Oriflame

Começar agora

Benefícios financeiros

Vender roupa usada pode ser uma fonte adicional de rendimento Em vez de deixar as peças acumularem pó no armário, transforma-as em dinheiro que pode ser usado para comprar novas peças ou para outras despesas.

Sustentabilidade ambiental

Ao vender roupa usada, estás a contribuir para a redução do desperdício têxtil e para a conservação de recursos naturais. Reutilizar roupas prolonga o ciclo de vida das peças e reduz o impacto ambiental da indústria da moda.

Porquê vender roupa usada

Escolha da plataforma de venda

Existem várias opções para vender roupa usada, tanto online como offline. Considere as vantagens e desvantagens de cada uma antes de decidir qual usar.

Opções online

Se está à procura de uma forma conveniente e eficaz de dar uma nova vida à sua roupa usada, as plataformas online oferecem uma excelente solução. Desde o conforto da sua casa, pode facilmente alcançar potenciais compradores interessados em adquirir os seus itens.

Aqui estão algumas das melhores opções disponíveis:

OLX e Custo Justo

O OLX e o Custo Justo destacam-se como dois dos líderes de mercado quando se trata de venda de artigos usados. Estas plataformas oferecem um ambiente seguro e fácil de usar para listar e vender os seus artigos.

Tudo o que precisa de fazer é tirar algumas fotografias dos itens que pretende vender, especificar o produto e o seu tamanho, definir um preço competitivo e indicar a sua localização. Ao restringir a sua área geográfica, pode até mesmo optar por entregar pessoalmente os artigos aos compradores, evitando assim os custos de envio.

O processo de registo é simples e a criação de anúncios é intuitiva, permitindo-lhe alcançar potenciais compradores através de mensagens privadas.

Como Vender Roupa Usada online

Vinted

Nascida na Lituânia em 2008, a Vinted transformou-se numa comunidade global dedicada à compra e venda de roupa usada. Esta aplicação inovadora revolucionou o processo de compra e venda de artigos em segunda mão, eliminando qualquer estigma associado a esta prática.

Com uma vasta comunidade de utilizadores, a Vinted oferece uma ampla variedade de itens, muitas vezes em estado imaculado e a preços atrativos. A sua ambição é tornar a moda em segunda mão na escolha preferida de todos, promovendo assim a sustentabilidade e o consumo consciente.

Em Portugal, os utilizadores têm acesso a peças de outros utilizadores não só do país, mas também de Espanha, França, Itália, Bélgica e Holanda, tornando-a numa opção popular para quem procura artigos exclusivos a preços acessíveis.

Micolet

A Micolet destaca-se como uma plataforma única de venda de roupa e acessórios em segunda mão. O que a diferencia é o facto de ser a própria plataforma a atribuir um preço aos artigos que coloca à venda.

Basta inserir os itens que pretende vender e deixar que o algoritmo exclusivo da Micolet calcule automaticamente o valor com base em critérios como cor, tamanho e interesse dos utilizadores.

Com mais de mil peças vendidas diariamente, a Micolet oferece uma oportunidade única para vender a sua roupa usada a preços competitivos, sem qualquer esforço adicional.

Vender roupas online

Wallapop

Das mais recentes a chegar a Portugal, a Wallapop é uma plataforma espanhola líder na compra e venda de produtos em segunda mão. Com uma ampla variedade de itens, incluindo roupa, consolas, livros e mobiliário, a Wallapop facilita as transações dentro do território nacional, com a possibilidade de adquirir produtos de Espanha.

O seu objetivo é promover o consumo consciente e a sustentabilidade, oferecendo produtos de qualidade a preços acessíveis. A Wallapop é a escolha ideal para quem procura uma alternativa viável e económica para comprar e vender roupa usada em Portugal.

Ebay

O Ebay é uma das plataformas mais reconhecidas a nível mundial quando se trata de compras online. A sua reputação e fiabilidade tornam-no uma escolha popular para quem procura vender roupa usada.

Uma das principais vantagens do Ebay em relação a outras plataformas é a disponibilidade de meios de pagamento associados, oferecendo aos vendedores e compradores uma maior segurança e conveniência durante as transações.

Facebook

Além das plataformas dedicadas, o Facebook oferece uma vasta rede de grupos e páginas onde pode divulgar os seus artigos para venda. Aproveite o seu perfil na rede social para criar uma página própria ou participar em grupos privados dedicados à compra e venda de roupa usada.

Esta é uma forma eficaz de alcançar um público mais vasto e encontrar potenciais compradores interessados nos seus artigos.

Lojas físicas e Feiras

As lojas de roupa usada são destinos populares para quem procura vender peças vintage ou com valor histórico. Estes estabelecimentos, especializados em artigos de segunda mão, têm uma apreciação particular por itens que marcaram outras épocas e gerações, destacando-se pela sua singularidade.

Vender roupa em lojas físicas

Normalmente, o processo nas lojas de roupa usada envolve uma avaliação das peças pelo estabelecimento. Com base nessa avaliação, a loja seleciona os artigos que deseja adquirir e define o preço a atribuir a cada um.

Em alguns casos, é a própria loja que se encarrega da venda das peças selecionadas, assumindo a responsabilidade pela comercialização. Noutras situações, o proprietário recebe uma comissão quando a peça é vendida, mantendo-se esta em consignação até que tal aconteça.

Algumas das lojas de roupa usada mais conhecidas em Portugal incluem:

  • Loja Baú, Lisboa
  • Retro City, Lisboa
  • Escolhido a Dedo, Torres Vedras
  • A Outra Face da Lua, Lisboa
  • Quartier Latin, Porto
  • 4 R’s, Viseu
  • Paradoxo, Leiria
  • Heartcore, Lisboa
  • Mon Père Vintage, Porto
  • Wild at Heart, Porto
  • Kid to Kid, em vários pontos do país.

Vendas de Rua: Feiras e Mercados

Para quem prefere uma abordagem mais direta e sem intermediários na venda da sua roupa usada, as feiras e mercados de rua são uma excelente opção. Este tipo de eventos tem ganho cada vez mais popularidade nas cidades portuguesas, proporcionando um contacto direto com os potenciais compradores.

Vendas de Rua: Feiras e Mercados

Em algumas feiras, poderá ser necessário pagar uma taxa de participação, que varia entre os 10 e os 30 euros, enquanto noutras a inscrição é gratuita. Antes de optar por uma feira específica, é recomendável fazer uma avaliação do que pretende vender e verificar se o investimento na inscrição compensa.

Ao participar numa venda de rua, é importante garantir uma apresentação cuidada das peças. Organize a roupa em cabides e disponha os acessórios de forma atrativa numa mesa ou balcão. Mantenha o seu espaço limpo e organizado para atrair a atenção dos potenciais compradores.

Estes locais oferecem oportunidades únicas para vender a sua roupa usada e interagir com uma comunidade interessada em produtos de segunda mão.

Preparação das peças

Antes de começar a vender nas diferentes plataformas online, é importante preparar as suas peças para garantir que estão em condições de serem vendidas.

Seleção das roupas

Selecione cuidadosamente as peças que pretende vender. Escolha aquelas que estão em bom estado, sem rasgos, manchas ou sinais de desgaste excessivo.

Lave ou limpe as peças conforme necessário e faça pequenos reparos, como costuras soltas ou botões em falta. As peças limpas e bem cuidadas terão uma melhor aparência e maiores chances de atrair potenciais compradores.

Seleção das roupas

As imagens são essenciais para atrair compradores e mostrar as suas peças da melhor forma possível. Fotografe as peças em boas condições de iluminação e de diferentes ângulos para que os compradores possam ver todos os detalhes.

Fotografia de qualidade

Utiliza um fundo neutro e evite distrações no fundo da imagem. Além disso, mostre as peças em contexto, como num manequim ou numa pessoa, para dar uma ideia de como ficam vestidas.

Descrição atraente

A descrição das suas peças também é crucial para atrair compradores. Destaque os seus pontos fortes, como o tecido de qualidade, o design único ou o estado imaculado ou mesmo a marca. Forneça informações detalhadas sobre o tamanho e as condições da peça para evitar devoluções e insatisfação dos compradores.

Preço justo

Determinar o preço certo para as suas peças é fundamental para garantir vendas rápidas e justas. Investigue os preços de itens semelhantes para ter uma ideia do valor de mercado das peças.

Podes optar por fixar um preço fixo, aceitar ofertas ou participar em leilões, dependendo da plataforma que escolher.

Fotografia de qualidade

Promoção das vendas online

Promover as suas vendas nas plataformas online é um processo essencial para atrair compradores.

  • Redes sociais: Partilhe as suas peças nas redes sociais e em grupos de compra e venda para alcançar um público mais amplo.
  • Publicidade paga: Considere investir em publicidade paga para aumentar a visibilidade das tuas peças e atrair mais compradores.

Dicas para vender mais

Vender as suas roupas usadas nas diferentes plataformas online, como na Vinted por exemplo, é mais fácil do que imagina. Aqui estão algumas dicas testadas e comprovadas para vender as suas roupas com sucesso nesta ou em outras plataformas.

1. Comece com a estação

Ao preparar-se para listar roupas, concentre-se nas peças que estão na estação atual ou prestes a entrar na estação seguinte.

Por exemplo, liste fatos de banho no final da primavera e casacos quentes no final do outono. Isso ajudará a priorizar o que listar primeiro e o que deixar para mais tarde.

Dica para poupar tempo: Considere vender conjuntos de roupas do mesmo tamanho/estilo, em vez de criar listagens individuais. Por exemplo, fotografe 3 pares de calças do mesmo tamanho e venda-os juntos como uma única listagem.

2. Vamos falar de aromas

Muitas pessoas que compram roupas usadas online são sensíveis a odores e rapidamente perguntam se a sua casa é livre de animais de estimação ou fumo. Poupe-lhes tempo indicando essa informação na lista do produto.

Se as suas roupas tiverem um leve odor, experimente lavá-las com detergente sem perfume antes de as enviar. Evite usar perfume/colónia – o seu comprador pode não gostar do cheiro.

3. Tire medidas

Muitos compradores perguntam sobre tamanhos. Em vez de incluir uma tabela de tamanhos ou deixar o comprador depender de tamanhos numerados (que sabemos serem inconsistentes), tire alguns minutos para incluir medidas exatas.

Comprimento, busto, cintura, entrepernas, tamanho… pode até querer incluir uma foto da etiqueta que mostra o tamanho. Inclua também os materiais, se possível (algodão, poliéster, etc), e note se o tecido tem elasticidade.

Isso ajuda os compradores a determinar se as suas roupas vão servir para eles.

4. Seja o seu próprio modelo

Embora seja importante incluir fotos de múltiplos ângulos (frente, verso, close-ups), nada ajuda a vender roupas mais do que fotos delas a serem usadas.

Peça a alguém para tirar algumas fotos de si ou de um manequim a usar as peças, monte um tripé ou até mesmo uma simples selfie ao espelho serve – por questões de privacidade, é uma boa ideia manter o seu rosto fora da foto e é melhor usar um manequim para roupas de criança.

Seja o seu próprio modelo

5. Responda rapidamente

Os compradores apreciam uma comunicação rápida. Pouco tempo depois de receberem o pedido, envie uma mensagem rápida de agradecimento, informando quando vai enviar o item para que saibam quando esperá-lo – e certifique-se de enviar dentro de 3 dias úteis a contar da data da compra.

6. Adicione toques finais

Embrulhar o seu item em papel de seda decorativo e incluir um bilhete de agradecimento são toques agradáveis que os compradores apreciam. Este simples gesto pode aumentar as suas classificações e poderá incentivar o seu cliente a voltar a comprar consigo.

7. Envie rapidamente

Depois de embalar as suas roupas, o envio é fácil! As plataformas online oferecem várias opções para facilitar esse processo e geralmente sem custos para o vendedor.

Enviar roupas

8. Dê feedback rápido

Tudo correu bem? Deixe o comprador saber classificando-o rapidamente e deixando um comentário agradável para que outros possam ver que teve uma boa transação. O seu comprador irá apreciar o gesto e isso ajudará outros a sentirem-se confiantes em vender para eles também.

Se receberes avaliações negativas, aborda-as de forma profissional e procura resolver quaisquer problemas que tenham surgido.

9. Mantenha-se organizado

Manter registos detalhados das suas vendas e do seu inventário é fundamental para o sucesso a longo prazo. Registe todas as vendas, incluindo detalhes como o preço, a data e o método de pagamento.

Mantenha o seu inventário atualizado e organize as suas peças de forma a facilitar a sua rápida localização e envio.

10. Maximize os lucros

Algumas estratégias simples podem ajudar a maximizar os seus lucros.

Ofereça promoções e descontos para incentivar as vendas e atrair compradores. Crie pacotes de produtos combinados para aumentar o valor das suas vendas e oferecer aos compradores uma opção conveniente.

Considerações finais

Se tem roupa usada que já não usa, não deixe que fique a acumular pó no armário e ainda poderá contribuir para um mundo mais sustentável.

Comece hoje mesmo a vender roupa usada. Seguindo estas orientações simples, estará pronta para transformar a sua roupa usada em dinheiro!

Seja uma Revendedora Oriflame

Registe-se agora
Partilhe este artigo
Lúcia Carvalho
Lúcia Carvalho

Consultora independente da marca Oriflame desde 2008. Apaixonada pelo mundo da beleza e do empreendedorismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Transforme a sua paixão pela beleza num negócio